Após receber 25 votos, candidato a vereador em MT rasga título e xinga o povo (VÍDEO)

Após não ser eleito para a Câmara dos Vereadores, pois recebeu apenas 25 votos, Flávio Pakoty gravou um vídeo falando sobre seu desempenho nas urnas. Irônico, ele começa parabenizando a população.

Candidato Rasgando o título | Foto: Redes Sociais

Candidato Rasgando o título | Foto: Redes Sociais

O candidato a vereador Flávio Barbosa da Cruz, conhecido como "Flávio Pakoty" (DEM), recebeu apenas 25 votos da população de São Félix do Araguaia (1200 km a nordesde de Cuiabá), na eleição do último domingo (17). Revoltado, o candidato rasgou o seu título de eleitor e ainda "esbravejou" contra o município. "Vergonha do povo de São Félix do Araguaia", disse.


Após não ser eleito para a Câmara dos Vereadores, pois recebeu apenas 25 votos, Flávio Pakoty gravou um vídeo falando sobre seu desempenho nas urnas. Irônico, ele começa parabenizando a população.

"Que democracia! Que surra que eu levei! Mas foi muito bem, vocês tiveram sua opção de escolha, vocês escolheram o que vocês quiseram. Eu fico decepcionado por ter 25 votos, pelo tanto de serviço prestado que eu tive na comunidade de São Félix do Araguaia e região, de não terem reconhecido o meu serviço", ironiza.

Em seguida, o candidato aponta compra de votos dos eleitores. Segundo ele, quem vendeu seu voto por R$ 1 mil ou R$ 2 mil não podem reclamar dos problemas da cidade nos próximos quatro anos. Inclusive, podem pegar o dinheiro ilegal e arrumar um buraco da rua ou comprar lâmpada para a iluminação pública.

Ele, que cumpriria o papel de fiscalizar o Executivo municipal caso eleito, agora não terá compromisso algum com a população. "Quando sua mãe estiver ruim no hospital, precisando de alguma coisa, tiver um buraco na rua da sua casa, uma falta de iluminação, você pega esses R$ 2 mil que você vendeu seu voto e paga para arrumar, porque eu não vou mais ajudar o povo, não tenho compromisso com vocês mais. Vocês não tem compromisso comigo e eu também não tenho compromisso com vocês", afirma.

Ainda revoltado, ele chama o povo de São Félix do Araguaia de corrupto. Flávio Pakoty então rasga seu título de eleitor e volta a afirmar que não apoiará o município. "Nunca mais na minha vida eu me candidato, não apoio mais ninguém. Sabe por quê? Porque tenho vergonha na cara, povo de São Félix corrupto, que se vendeu por dinheiro".

Essa foi a primeira eleição de Flávio Pakoty, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Antes de colocar seu nome na urna, o candidato é agente administrativo, natural de Umuarama (PR).