Morador de Sinop perde R$ 3,3 mil ao ser enganado por supostos funcionários de banco

O homem, de 56 anos, morador do bairro Jardim Buritis teve um preju√≠zo de R$ 3,3 mil ao cair em golpe praticado por estelionat√°rios, que se passaram por funcion√°rios de ag√™ncias banc√°rias. Ele procurou à delegacia de Pol√≠cia Civil ontem, para registrar boletim de ocorr√™ncia.

Aos investigadores, o homem disse que o primeiro criminoso entrou em contato e falou que seu cart√£o de crédito havia sido clonado e alguém j√° havia feito uma retirada de R$ 3 mil. Para fazer o cancelamento, enviariam um funcion√°rio em sua casa para recolhimento.

O outro criminoso foi até o imóvel, recolheu o cart√£o e, posteriormente, o homem descobriu que R$ 3,3 mil haviam sido debitados de sua conta. O caso est√° sendo apurado pelas autoridades policiais.

No come√ßo da semana, um homem, de 79 anos, morador da regi√£o central da cidade, também teve preju√≠zo de R$ 5 mil ao cair em golpe praticado por estelionat√°rios. Ele relatou que recebeu liga√ß√£o de um falso funcion√°rio de uma ag√™ncia banc√°ria informando que alguém clonou seu cart√£o e j√° havia débito de R$ 1 mil.

Conforme Só Not√≠cias j√° informou, um homem e uma mulher foram presos, m√™s passado, pela Pol√≠cia Civil suspeitos de integrarem uma quadrilha de S√£o Paulo especializada em aplicar golpes com cart√Ķes de crédito. Em Sinop, nove pessoas foram v√≠timas do crime e o valor do preju√≠zo é superior a R$ 20 mil. Com os envolvidos, foram apreendidas nove m√°quinas de cart√£o, documentos, dinheiro (valor n√£o informado), por√ß√Ķes de maconha, entre outros materiais.